O blog da Nanda

um espaço eclético zen

Eu preciso dizer que eu te amo

Posted by Nanda on July 6, 2007

Agenor Miranda de Araújo Neto nasceu no Rio de Janeiro, filho do produtor fonográfico Araújo, da Som Livre. O seu destino como músico estava escrito nas estrelas. Cazuza, como ficou conhecido, passou um tempo na Inglaterra, nos anos 70. Voltou ao Brasil fã de Janis Joplin e Led Zepelin. Foi rebelde, desde sempre. Abandonou a faculdade depois de um mês de aulas. Trabalhou por um tempo da Som Livre, foi para os Estados Unidos e, quando voltou, em 1980, passou a ser vocalista do Barão Vermelho. Em 1985 desligou-se do grupo, para começar uma carreira solo pra lá de bem-sucedida. Lançou cinco discos em apenas quatro anos. Em 1989 tornou-se o primeiro artista brasileiro a declarar que tinha Aids, ajudando a campanha de conscientização sobre essa doença.

Admiro a sua coragem, invejo a sua rebeldia e me delicio eternamente com o seu lirismo. Cazuza foi antes de qualquer coisa, livre. E isso não é para qualquer um!

Gosto de várias de suas composições como por exemplo Exagerado, Tudo o que houver nessa vida, Burguesia e Faz Parte do Meu Show.  

Mas ele fez uma música que mexe muito comigo, por revelar de uma forma tão simples e profunda a difícil situação que é se apaixonar por um amigo. Já senti isso na pele…mais de uma vez… e só mesmo um poeta como Cazuza, para expressar isso assim de uma forma tão…tão…demais…

E, é por essa e outras, Cazuza, que eu preciso dizer que eu te amo.

Segue a letra desta obra prima. Deliciem-se…

Quando a gente conversa/Contando casos, besteiras/Tanta coisa em comum/Deixando escapar segredos/É eu nem sei em que hora dizer/ Me dá um medo (que medo)/ É que eu preciso dizer que eu te amo/Te ganhar ou perder sem engano/ É, eu preciso dizer que eu te amo/Tanto/ É até o tempo passa arrastado/ Só pra eu ficar do teu lado/ Você me chora dores de outro amor/ Se abre e acaba comigo/ E nessa novela eu não quero ser teu amigo/ É que eu preciso dizer que eu te amo/ Te ganhar ou perder sem engano/ Eu preciso dizer que eu te amo/ Tanto/ Eu já nem sei se estou misturando/ Ah, eu perco o sono/ Lembrando em cada riso teu qualquer bandeira/ Fechando e abrindo a geladeira a noite inteira/ É que eu preciso dizer que eu te amo/ te ganhar ou perder sem engano/ É que eu preciso dizer que eu te amo/ Tanto/ Quando a gente conversa/ Contando casos, besteiras/ Tanta coisa em comum/ Deixando escapar segredos/ Eu não sei em que hor dizer/ Tenho medo/ É que eu preciso dizer que eu te amo/ Te ganhar ou perder sem engano/ Eu preciso dizer que eu te amo/ Tanto/ É até o tempo passa arrastado/ Só pra eu ficar do teu lado/ Você chora dores de outro amor/ Se abre e acaba comigo/ E nessa novela, baby, eu não quero ser teu amigo/ Não, não/ É que eu preciso dizer que eu te amo/ Te ganhar ou perder sem engano.

Bravo, Cazuza!

Ofereço esta música para todos os meu casos de amor com amigos mal resolvidos (pera lá: não foram muitos não, gente!) Hehehehehehehehe

Tudo de bom!

Nanda

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: